Mercedes-Benz traz para o Brasil o sistema Alliance Truck Parts

25/07/2016 às 10:17 - Atualizado em 25/07/2016 às 10:19

Mercedes-Benz traz para o Brasil o sistema Alliance Truck Parts

Mercedes-Benz traz para o Brasil o sistema Alliance Truck Parts de peças originais, uma alternativa entre as genuínas e as remanufaturadas da marca

Uma solução nascida nos Estados Unidos, no apoio ao pós-venda dos produtos Freightliner e Western Star, da Daimler Trucks North America, promete fazer sucesso também no Brasil incorporada à rede Mercedes-Benz, com 184 concessionárias. Com os itens oferecidos pela marca Alliance Truck Parts, as revendas da marca passam a oferecer três tipos de peças de reposição: as genuínas Mercedes-Benz, as remanufaturadas Renov e as peças originais Alliance.

Ari de Carvalho, diretor de Pós-Venda da Mercedes-Benz do Brasil, explica que a oferta das Alliance amplia consideravelmente o portfólio de produtos de pós-venda, de acordo com cada necessidade. “O transportador com veículos da marca adquire 70% das peças de terceiros”, calcula ele. E esse já é um número razoável para a realidade brasileira, em geral, o mercado compra apenas 20% das peças OEM, nas concessionárias, pois 80% preferem os distribuidores.

Com a chegada das Alliance, então, uma nova alternativa se abre para o frotista, que pode dispor de produtos de qualidade em degraus de preço. Considerando a peça original de balcão na concessionária como preço 100, num extremo estão as remanufaturadas Renov, com valor 55; enquanto as Alliance alcançam 70% do valor das genuínas.

Os itens Alliance fazem sucesso no exterior e têm custo intermediário

Por enquanto estão sendo comercializadas apenas 40 itens, mas a expectativa do Pos-venda da montadora é chegar a mil itens. “Estamos sedimentando a atuação da Alliance Truck Parts com os itens da cesta básica, a expansão da oferta será rápida”, diz Carvalho. Um item que deverá estar disponível em breve pela Alliance Parts é o ar condicionado noturno, produto de alta procura.

Já estão sendo atendidos 15 estados da Federação, a abrangência nacional ainda não é possível em razão de aspectos legais. “Para chegarmos ao país inteiro dependemos de acordo com o Confaz”, diz Carvalho. Complicação nacional decorrente das variadas taxas de ICMS cobradas por estado.

A esperança da montadora quanto a Alliance Truck Parts é repetir o sucesso da linha Renov, produzida em Campinas, SP. Para se ter ideia, no primeiro ano o sistema de remanufatura vendeu 75 motores e agora, dez anos depois, o número de engenhos Renov somam 37 mil unidades, além de 13 mil câmbios e 25 mil embreagens.

O pós-venda da empresa tem outra base forte no sistema de contratos de manutenção, que hoje representam volume equivalente a cerca de 25% das unidades novas comercializadas. O plano Basic Service, que inclui revisões preventivas de acordo com a operação e validas entre um a cinco anos, representa 65% do total; o Lube Service, trocas de óleo, serviços de guincho e mão de obra, soma entre 20 a 30% e os restantes são Full Service, como o nome diz incluindo manutenções preventivas e corretivas e todos os outros serviços.

A modalidade vem evoluindo bastante, só este ano foram contratados 8 mil novos planos, o que representa 20% de aumento sobre a demanda de 2013. A maior importância de aderir a eles é que o transportador pode assim assegurar a previsibilidade dos custos de manutenção e garantir planilhas de frete abertas.

Os veículos desse rol também devem ser beneficiados com um valor superior de revenda, através de um programa que deve ser lançado em breve, uma espécie de Seminovos Premium, vendidos com garantia de fábrica.

Atenção Total

Para completar as ações de apoio ao consumidor, sucesso é o programa “A voz do cliente”, fruto da CRC, Central de Relacionamento com o Cliente, departamento estabelecido também em Campinas. O programa coloca em contato direto executivos da companhia e proprietários de caminhões, ônibus, vans e furgões e até automóveis.

A grande surpresa para os reclamantes é que se ele demonstrar, digamos, alto nível de estresse, sua ligação é transferida diretamente para Philipp Schiemer, simplesmente o presidente da Mercedes-Benz do Brasil.

Lançado este ano, o Voz do Cliente até agora contou com a colaboração de nada menos que 80 executivos.

Ari de Carvalho não esquece de lembrar que os usuários da marca têm à disposição uma gigantesca estrutura de treinamento para motoristas – já existente há 32 anos.

Desde 1982 mais de 300 mil condutores e monitores foram treinados, cerca de 3 mil este ano, em mais de 4,8 milhões de horas de atividades, práticas e teóricas.

Carvalho: “Cesta básica agora, depois mil peças”