Nova linha Cargo recebe Várias Melhorias

28/07/2016 às 12:45 - Atualizado em 22/09/2016 às 3:28

Nova linha Cargo recebe Várias Melhorias

Nova linha Cargo recebeu várias melhorias para incrementar a rentabilidade dos clientes e oferece mais potência e capacidade

Matéria da Revista Edição nº129, no ano de 2016

A linha Cargo 2017 a partir de agora conta com três novos modelos, desde os recém lançados Cargo 1419, 1519 e 3129, veículos otimizados pela engenharia da Ford para permitir maior capacidade de carga, durabilidade e desempenho.

O diretor de Operações da Ford Caminhões, João Pimentel, explica que os novos modelos atendem às necessidades do mercado e buscam prioritariamente elevar a produtividade, coisa vital principalmente no segmento de transporte: “Usamos toda a experiência da nossa engenharia para desenvolver esses veículos ainda mais robustos, confiáveis e econômicos, que vão trazer um impacto positivo na operação dos clientes.”

Como a produtividade depende do conforto da operação, todos os novos Cargo têm banco com suspensão a ar de série e cabina totalmente ergonômica, além de um trem de força de fôlego. O Cargo 1419 é vendido por R$ 165,9 mil, o C 1519 chega por R$ 171,9 mil e o C 3129 tem preço sugerido de R$ 253,9 mil.   

O Cargo 1419, tem pbt de 14.500 kg e substitui o 1319 com um ganho de  1.500 quilos, além de ter a capacidade máxima de tração ampliada para 27 t, 4 t a mais que o modelo anterior, incrementando seu rendimento nas aplicações de distribuição urbana e rodoviária de curta e média distância. “O novo Cargo 1419 leva 1.100 quilos a mais que o atual modelo mais vendido do segmento e também é mais potente, com seus 189 cv”, diz Flávio Costa, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

Esses ganhos foram garantidos com a utilização do aço LNE 600 nas longarinas e a um novo design, incluindo novo eixo traseiro, freio dianteiro reforçado, rodas de dez furos e pneus sem câmara em toda a linha.

Já no modelo de 15 toneladas, a vantagem sobre o modelo anterior é de 1.000 quilos no pbt, alcançando agora 15.400 quilos – o maior da categoria. Os meios para a economia foram os mesmos, a partir do aço especial LNE. O eixo de tração de dupla velocidade teve as relações selecionadas para aumentar o desempenho 4,56/6,21:1 em associação com o motor Cummins ISB4,5 186, que desenvolve 189 cv e a caixa Eaton FS 5406 A de 6 marchas manual mecânica.    

A suspensão dianteira também foi mexida para incrementar a resistência e o conforto. Os amortecedores foram recalibrados e suporte e componentes de fixação foram reforçados. A traseira adotou um novo conceito com molas parabólicas em vez das semielípticas com auxiliar parabólico, enquanto a barra estabilizadora, amortecedores e suportes foram mudados.

Novos Ford Cargo buscam oferecer o máximo de capacidade e mínimo consumo

Costa assegura: “Além de suportar mais peso, a nova suspensão é mais simples e durável, o que contribui para tornar a manutenção mais econômica. Junto com o aumento da capacidade, esse foi um dos pontos principais buscados no desenvolvimento do veículo.”

Para operações de alta severidade, o Cargo 3129 promete grande desenvoltura. Com pbt de 30,5 toneladas de CMT de 42 t o caminhão foi desenvolvido para aplicações pesadas como nos transportes canavieiro, madeireiro e na mineração. Junta-se aos Cargo 2623, 2629 e 3133.

Veículo de grande flexibilidade, o Cargo 3129 Mixer é preparada para serviço de betoneira e para isso dispõe de escapamento vertical e tomada de força traseira para acionamento do implemento, enquanto na dianteira foi instalado um providencial protetor de radiador.

Sob a cabina está o motor Cummins de 6,7 litros e 290 cv de potencia e conjugado máximo de 96,9 mkgf. A tração é governada pela transmissão Eaton FTS-16108 LL de 10 marchas e três à ré. De acordo com a severidade dos serviços, o Cargo 3129 oferece uma superreduzida de 20,47:1 e eixo traseiro Meritor de dupla velocidade com reduções de 4,89:1 e 5,38:1.

“O Cargo 3129 combina o peso bruto total do Cargo 3133 com o motor de 290 cv e relações reduzidas para gerar maior torque e melhor partida em rampa. Assim, é ideal para aplicações que exigem alta capacidade mas não precisam de tanta potência como os modelos fora de estrada, oferecendo uma melhor equação de custo”, explica Costa.

A Ford Caminhões hoje oferece uma rede de assistência técnica de 120 pontos e abrangência nacional. “Mais do que vender caminhões, queremos acompanhar o consumidor durante toda a sua jornada e antecipar as suas necessidades para buscar o máximo de satisfação”, ressalta Costa.

Com base na experiência e parceria com os clientes, a marca desenvolveu um pacote completo de serviços para todos os portes de transportadores que tem como ponto alto o sistema de rastreamento e monitoramento FordTrac, pré-instalado de fábrica e que permite desde o bloqueio até o monitoramento do veículo em tempo real.

Já o Ford Service oferece planos de manutenção preventiva ou corretiva, enquanto o SOS Ford garante atendimento 24 horas para reparo do caminhão em qualquer lugar do País. Outro apoio é o Disk Ford, onde especialistas ficam à disposição para tirar dúvidas dos clientes sobre os produtos e serviços da Ford Caminhões.

“O desenvolvimento foi feito em parceria com fornecedores que são líderes em seus segmentos, garantindo a qualidade dos principais componentes dos veículos e do produto final”, diz João Filho, chefe de Engenharia da Ford Caminhões. Nesse time estão a Cummins (motores), Eaton (transmissões), Meritor (eixo traseiro motriz), Racine e Suspensys (suspensões), Maxion (chassi) e Master (freios).